TERAPIA FREQUENCIAL DB7 ENERGIA


torus_corpoTerapia
 Frequencial DB7 Energia tem por objetivo atacar as verdadeiras causas que levam pessoas a apresentar desequilíbrios emocionais e doenças mentais e físicas, atuando para o restabelecimento do correto funcionamento do seu campo magnético próprio, reduzindo ruídos frequenciais que adentram suas áreas de alta vibração, propiciando assim o melhor restabelecimento de sua fluidez mental e capacidades naturais.

Como aprendemos no artigo “Energia e Saúde” (recomendo para a compreensão da Terapia Frequencial DB7 Energia que seja lido o artigo encontrado AQUI), para que possamos alcançar melhor condição de passar nossos anos com saúde, precisamos de ações com foco em energia eletromagnética.

Campo magnético, frequência e vibração são novos temas que a medicina passará a utilizar para desenvolver estudos, práticas e postulados para o ensino acadêmico.

Hoje podemos ver algo ainda embrionário nessa área já avalizado pela ortodoxia, como a aceitação da técnica de “Reiki” no meio médico. Aceita-se energizações por imposição de mãos em vários hospitais ao redor do mundo, mesmo que essa prática seja realizada sem uma compreensão maior sobre o “como” acontecem benefícios aos pacientes no seu uso.

Também vemos o avanço em eletromedicina com o mapeamento frequencial dos tecidos e padrões energéticos do corpo serem realizados por equipamentos que medem frequências de células e tecidos, bem como medem também padrões de frequências vibratórias sem conotação sistêmica, que estejam a “vibrar” dentro do corpo do paciente. Então por análise comparativa de resultados realizada por programa computacional (bioinformática), verifica-se quais seriam as frequências (suplementação alimentar) que resolveriam anomalias encontradas no exame (bioressonância).

Aprendemos no artigo Energia e Saúde que a tecnologia chamada de “bioinformática” é o que a medicina pós-genômica tem de mais avançado no mundo, e tem por objetivo acelerar o processo de recuperação dos tecidos e sistemas que estão doentes no corpo.

Mas com os estudos apresentados aqui no blog Saúde e Sabedoria, em especial nesse artigo e no Energia e Saúde, isso deverá mudar em mais alguns anos. Energia é algo complexo e contém na compreensão de seu mecanismo de atuação, as explicações para as verdadeiras causas dos desajustes do corpo e da mente humana, que chamamos de “doenças” ou “distúrbios”. 

Somos seres originalmente feitos de energia eletromagnética que se decodifica de acordo com princípios da ondulatória e da física moderna, gerando células e moléculas que formam nossos tecidos orgânicos. Elétrons, nêutrons e prótons como partículas atômicas e outras subatômicas, são “informações” que em suas frequências vibratórias dão forma ao que enxergamos e percebemos com os sentidos do corpo, resultando no que conhecemos por “Universo”.

Tudo obedece a instruções contidas em ondas de energia, de harmônicas incontáveis e de ramificações que não nos é possível saber com precisão como são. Mas o modo de vida que hoje o mundo adotou, principalmente nas grandes cidades com o uso indiscriminado da energia elétrica criada pelo homem, com o convívio de nossas células com agentes químicos e tóxicos vindos de todos os lados, e as super-estimulações sensoriais provocadas pelos modelos econômicos e sociais vigentes, fizeram surgir nas últimas décadas o crescimento exponencial de doenças relacionadas à distúrbios da mente, e o crescimento vertiginoso de doenças degenerativas graves como cânceres, AVCs, “ELA”, Parkinson, Escleroses, etc.

Terapia Frequencial DB7 Energia é a maneira correta e mais eficiente conhecida de atacarmos as verdadeiras causas de todas as doenças e demais sintomas, pois atua nas duas fontes de causas primárias da grande maioria dos problemas de saúde.

.

A TERAPIA FREQUENCIAL

Chamarmos de “terapia” foi a opção escolhida, mas ela não utiliza ferramentas neurolinguísticas ou filosóficas encontradas que visam alterar padrões de pensamentos do paciente com diálogos, como visto nos “divãs” de psicoterapeutas e psiquiatras. Terapia Frequencial DB7 Energia envolve a aplicação de ações bem definidas, onde basta o paciente se submeter às fases apresentadas a seguir que verá o surgimento de resultados. 

A Terapia Frequencial é composta de 3+1 partes: 

1- Autoavaliação;

2- Ajuste do campo magnético;

3- Filtragem de ruídos;

4- Gestão bioquímica, quando necessária.

.

1- AUTOAVALIAÇÃO:

A terapia se inicia com o paciente recebendo uma planilha listando entre 56 e 98 sintomas nocivos, conforme idade e caso, contendo os principais indicativos que traduzem sua saúde mental e física. Para cada sintoma indicado ele se atribui uma nota entre 0 e 10, sendo 10 o máximo sentido até o dia da autoavaliação para o sintoma. 

Porque importa que o paciente tenha mapeada sua saúde em termos sintomáticos, o que vai facilitar o acompanhamento dos efeitos da terapia bem como posteriormente a se observar e melhor corrigir qualquer alteração que entenda ser necessário. Se observar da forma proposta é parte de programa de saúde responsável da Terapia, e nessa fase o paciente já aprende uma boa forma de se conhecer, de forma simples e objetiva.

O profissional então terá informações orientativas para elaborar o programa terapêutico do paciente, que poderá também pela autoavaliação acompanhar sua evolução, certificando-se que não está melhorando apenas em um ou outro sintoma à preço alto no se ver piorar em outros importantes.

Abaixo, figura trazendo a autoavaliação parcial aplicada.

Autoavaliação parcial DB7 Energia - Terapia Frequencial

Autoavaliação parcial DB7 Energia – Terapia Frequencial

.

Os sintomas vistos são parciais. Os resultados vão ser avaliados pelo próprio paciente, sintoma a sintoma, para que haja tranquilidade no constatar a eficiência da terapia. Com as informações da autoavaliação é dimensionado o número de sessões necessárias para a limpeza frequencial completa.

Normalmente são necessárias de 2 a 3 sessões de 2/3 horas cada, onde casos mais complicados podem demandar até 5 sessões e depois com periodicidade mensal para cuidar da estabilização dos campos magnéticos, vistos a seguir. Casos de cânceres agressivos ou doenças degenerativas graves são normalmente assim tratados.

Vamos agora conhecer a estrutura das ações que a terapia utiliza. São ações simples no aplicar, mesmo que um pouco mais complexas no se definir exatamente quais as frequências que reverterão nos benefícios aos pacientes, em função da análise da autoavaliação do paciente e seu comportamento na primeira sessão. 

.

2- AJUSTES DE CAMPO MAGNÉTICO

Energia_maos2A parte mais importante da terapia. Sem ajustes de campos, todas as demais ações tem enormemente sua eficiência reduzida ou mesmo anulada. Campos magnéticos são as estradas por onde circulam as informações que nos trazem a esse mundo.

Vimos em Energia e Saúde que a condição da susceptibilidade/permissividade magnética é determinante para nossa boa saúde, e que problemas surgem quanto mais paramagnético o corpo se encontra.

O neutro entre estar paramagnético ou diamagnético é o ideal, ou seja, estar em ambiente magnético que não reage quando submetido à campos externos, criando campos secundários que distorcem o campo principal.

Vimos em Energia e Saúde que pessoas que estão em campos magnéticos próximo ao neutro podem polarizar a mesma condição de susceptibilidade magnética à terceiros. Essa prática, por si só, já traz benefícios enormes às pessoas que sendo de fato polarizadas próximo ao seu neutro para a susceptibilidade magnética, passam a ter restabelecidos de pronto algumas funções corporais de acordo com o seu original já experimentado.

Para a parte da psique também pode-se verificar já melhoras sintomáticas de imediato, pois campos paramagnéticos são altamente distorçores de características emocionais dos seres humanos.

Estas reações entre campos magnéticos e a psique humana, a astrologia procura explicar mas por “observação”. Energias planetárias tem forte campo paramagnético, e as resultantes encontradas a cada dia entre os planetas do Sistema Solar interagem de sobremaneira com as pessoas que possuem seus campos magnéticos de predominância paramagnética, e isto é muito ruim para a saúde emocional destas. Pessoas que se observam reagir de acordo com zodíacos e horóscopos, mapas astrais, etc, são pessoas que estão com elevado grau de paramagnetismo e portanto com grande possibilidade de desenvolverem distúrbios mentais e doenças físicas.

Mas energizações com as mãos necessitam, para provocar melhoras, que a pessoa esteja de fato com seus campos magnéticos próximos ao neutro. Se estiverem paramagnéticos em exagero, a pessoa vai experimentar provável agravamento numa série de sintomas emocionais e físicos. Como descrito em Energia e Saúde, fiz durante anos tratamento de diamagnetização, usando tecnologia do cientista brasileiro que apresentei.

O que pode indicar proximidade do neutro permissivo magnético para uma pessoa que deseja polarizar outros, é o fato da sua pressão arterial média estar sempre oscilando entre 6,5 e 10,5 (normal para recém nascidos) e 7 x 11 (é o meu caso), mesmo esta se alimentando de toda espécie de comidas e bebidas, sem restrição alguma. Isso porque se sua saúde está ótima mesmo sem ficar sob hábitos estreitos em termos de “liberdade gastronômica”, vendo seu corpo lidar com tranquilidade ao ingerir o que normalmente vemos em restaurantes, supermercados, etc, isso implica estar a pessoa operando em campo magnético ótimo, além, claro, de estar sem ruídos frequenciais importantes.

Observação aqui cabe sobre os veganos, vegetarianos, praticantes de ioga, de meditação, etc, que normalmente também possuem pressão arterial ótima, porém mesmo encontrando muitos entre eles com capacidade de polarizar para a susceptibilidade magnética neutra outras pessoas, pressão arterial e modo de vida não os tornam de fato capazes de polarizar. Com isso vemos o primeiro objetivo da polarização pelo uso das mãos, de pessoa com susceptibilidade magnética próxima ao neutro: levar a resultante da susceptibilidade magnética do paciente também para próximo do neutro.

Mas o efeito da polarização vai além. Vimos no artigo Energia e Saúde que o corpo humano possui regiões onde se concentram campos magnéticos setoriais, chamados “chakras”. São nossas estradas que circulam pelo corpo levando informações de alta vibração (harmônicas – andares). Para o correto funcionar da mente em uníssona ao corpo, é fundamental ocorrer também o sincronismo entre esses campos, com alinhamento adequado. Pela polarização neutra ou muito próximo do neutro e “potente” (intensidade elevada em “microtesla” – unidade de susceptibilidade), isso acontece ao paciente.

A polarização do terapêuta funciona como uma espécie de “gabarito magnético”, trazendo o paciente à condição correta do seu funcionar eletromagnético. As curas encontradas por sessões de Reiki, cura prânica, sessões religiosas, massagens terapêuticas, etc, se dão em função dessas ocorrências. Não se trata de “mágica” ou “milagre”, mas sim de polarizações adequadas.

O tempo suficiente para polarizar adequadamente o paciente na Terapia Frequencial DB7 não excede a 15 minutos. Nesse tempo são sincronizados, calibrados e alinhados todos os campos magnéticos do paciente, e trazida sua condição para a susceptibilidade magnética próxima ao neutro. Assim interrompe-se o principal gerador de problemas que adoece pessoas.

.

3- FILTRAGEM DE RUÍDOS

Somos seres de energia. COmo em redes elétricas, necessitamos de filtros de "ruídos" que surgem em decorrência do uso indevido de energia elétrica que circulam dentro de nós.

Filtros de Harmônicas da rede elétrica – Somos seres de energia e como em redes elétricas, necessitamos de filtragem dos “ruídos” frequenciais que circulam dentro de nós.

Sendo seres originalmente feitos de energia, respondemos positivamente aos efeitos que certos equipamentos eletroeletrônicos de gerenciamento de energia realizam. Conhecemos o fenômeno eletromagnético chamado “ruído frequencial” como sendo uma interferência frequencial que cria os “chuviscos” nas televisões de antigamente, ou os chiados nos rádios mal sintonizados.

Da mesma forma vemos acontecerem nossos problemas de saúde, como explicado em Energia e Saúde. Vimos que possuímos um “HD vibracional”, ou uma área de nossa existência onde armazenamos em forma de códigos frequenciais as características da nossa personalidade, nossas experiências vividas, saberes, conhecimentos, capacidades, armazenamos nossos dados enfim.

Aprendemos que somos invadidos por frequências estranhas, invasões que se dão pela forma como funcionamos e nos vemos sendo exigidos nos ambientes e pelo modo de vida que a sociedade moderna adotou nas últimas décadas. Vimos que “sujeira frequencial” é comum, e que ela pode entrar pelas regiões dos chakras, pela ação principalmente das glândulas endócrinas.

Vimos que a pineal possui um ciclo de funcionamento diário, onde durante o dia ela funciona fornecendo hormônios de uma forma, mas a noite, de outra forma. Vimos que ela é a responsável pelo gerenciamento do nosso sono reparador noturno, e que controla a alimentação de dados do nosso HD vibracional, enviando à ele durante o sono todas as experiências captadas pelo sistema nervoso durante o dia. Isso nos é importante saber, porque após a polarização descrita anteriormente, o paciente está pronto para sofrer uma “faxina frequencial”, e será pelo hipotálamo e pela “pineal” os acessos principais à sujeira. São dois os equipamentos utilizados nessa parte da terapia. A seguir descrevo-os.

.

EMISSOR DE FREQUÊNCIAS – RIFE

Emissor de Frequências - Rife - Terapia Frequencial DB7 Energia

Emissor de Frequências – Rife – Terapia Frequencial DB7 Energia

.

O equipamento visto na figura acima é fabricado no Brasil, e tem o Engenheiro e cientista Matityahu Gruberger como o pesquisador responsável. A empresa se chama Instituto Mattron – Tecnologia e Equipamentos Eletromagnéticos (veja site AQUI), e utiliza alta tecnologia para a emissão de frequências especiais estudadas por cientistas renomados que se debruçaram sobre essa forma de obter cura e saúde.

Essa tecnologia podemos compreender como sendo nossa vassoura, nosso balde, nossos panos, luvas, produtos de limpeza, e tudo o que precisamos para fazermos uma boa faxina frequencial em área de baixa e alta vibração da nossa existência.

Essa tecnologia de uso de ondas frequenciais variáveis começou com Nikola Tesla, quando do início de seus estudos ainda como pupilo do Doutor George Lakhovsky, que desenvolvia na época o primeiro emissor de ondas frequenciais para efeito terapêutico que a humanidade conheceu.  

Lakhovsky pediu a Tesla que resolvesse alguns pontos da pesquisa que não estavam evoluindo pelo que havia tentado, e então Tesla resolveu todos os problemas e apresentou a solução. Lakhovsky imediatamente patenteou o equipamento. Tesla mesmo, e depois Albert Einsten, fizeram uso dele para cuidarem de si mesmos.

Anos mais tarde surgiu um médico e cientista, Dr. Royal Raymond Rife, americano, e tomou os estudos de ressonância da época e iniciou suas próprias pesquisas. Necessitando verificar os efeitos das ondas frequenciais em bactérias e vírus, Rife desenvolveu um microscópio potente que não matava os agentes patológicos para observá-los, algo que não existia na época. Até hoje sua tecnologia é utilizada.

Com a capacidade de ver seres patológicos no sangue humano, descobriu que inserindo frequências de forma a variar seus parâmetros para encontrar o ponto de ressonância correto do agente patológico estudado e observado, em determinado momento era conseguido um efeito ressonante de colapso e o vírus então era destruído.

Rife foi o pioneiro em detoxificação frequencial, e isso em 1933. Vejam o vídeo abaixo, contendo uma filmagem por microscopia de campo escuro, que mostra o que acontece com os agentes patológicos quando o emissor de frequências acima atua. No caso vamos ver um parasita de nome Paramecium, comumente encontrado em seres humanos, que, como todo agente estranho ao corpo, provoca roubo de energia, por vezes alterações em metabolismo e daí toda sorte de problemas que o acúmulo dessas frequências vibratórias provocam.

.

.

Rife ficou também famoso em 1934 por ter curado o câncer em todos os integrantes de um grupo enviado de um comitê do Hospital da Califórnia do Sul, para serem cuidados com suas frequências no Hospital de Pasadema County, em San Diego, cidade onde Rife tinha sua clínica.

Nos primeiros dias de tratamento, 86,5% dos pacientes enviados haviam sido curados. Após 90 dias de tratamento e ajustes, 100% dos pacientes haviam sido curados. A equipe que acompanhou a pesquisa na época era composta de importantes médicos, e os resultados renderam homenagens de todo o meio ao incrível cientista e médico Royal Rife.

Convido o leitor/leitora a visitar o artigo AQUI para conhecer a história desse incrível médico e cientista.

Rife_jornal_laboratorioOutros cientistas vieram depois de Rife e continuaram suas lutas contra os interesses da época. Em nossos dias, vemos a importância dessa tecnologia começar a despontar com o exemplo de um importante médico e professor, o Doutor Lair Ribeiro, que em seus cursos de pós graduação em medicina que ministra pelo Instituto Lair Ribeiro (conheça AQUI) faz a apresentação da tecnologia e também dos equipamentos disponíveis para aplicação dessa forma de cuidar da saúde humana, tendo os fabricantes nacionais como expositores de seus produtos na área de eventos de suas aulas mensais, e dando alguns dos fabricantes até mesmo palestras aos médicos nas aulas do Dr. Lair.

Na Terapia Frequencial é utilizado o equipamento da foto. As frequências estão contidas em cartões tipo bancários/crédito, os quais introduzidos no equipamento leitor/emissor instruem a máquina em quais frequências e variações de intensidades ela deverá trabalhar, bem como instrui deslocamentos de harmônicas em função da onda fundamental, para que haja condição de controle de polaridade e função decorrente.

Como um importante exemplo da aplicação dessa tecnologia, temos a detoxificação de metais tóxicos. Em apenas uma sessão de cerca de duas horas e meia, alcança-se uma condição de detoxificação que seria impossível alcançar com qualquer ação que envolva controle alimentar ou uso de suplementos ou outros meios normalmente utilizados. A calibração do sistema nervoso, gerindo o correto funcionamento do sistema imune é a solução natural mais indicada e efetiva para controlar-se agentes intrusos ao nosso organismo, e isso é o que fará com que o sistema imunológico do paciente faça naturalmente a caça, destruição e retirada dos agentes tóxicos do seu corpo. Aprendemos como isso se dá no texto Energia e Saúde

Nessa sessão são ministrados os cartões para detoxificação dos seguintes elementos da tabela periódica, todos tóxicos ao funcionamento do nosso corpo por ocuparem lugares no metabolismo celular que não lhes é devido, e que invariavelmente por isso provocam mesmo problemas: Cobalto, Césio, Bário, Titânio, Platina, Irídio, Ósmio, Paládio, Cádmio, Mercúrio, Chumbo, Alumínio, Arsênio, Berílio, Bismuto, Estrôncio, Rubídio, Ouro, Prata, Cobre, Manganês, Tálio, Vanádio, Estanho, Antimônio, Níquel, Ferro, Urânio, Molibdênio, Flúor, Cloro, Bromo, Ástato, Plutônio, Praseodímio, Disprósio, Ítrio, e mais alguns.

Para esses elementos são inseridas frequências polarizadas negativamente. Isso implica em sensibilização no nível corpo físico baixa frequência (corpo bioquímico), onde apenas uma pequena parte dos elementos alvo contidos no corpo vão ser sensibilizados e extraídos de dentro das células, onde provocam problemas maiores.

Para metais e produtos químicos e radioativos tóxicos, a terapia visa a limpeza frequencial de alta vibração em área interna e junto ao “HD vibracional” do paciente, com a inserção das frequências negativas que irão neutralizar as frequências desses elementos que entraram indevidamente nessa área sensível.

O equipamento acima gera essas ondas negativas e de altíssima frequência que entrarão pelos andares frequenciais do paciente e farão a “limpeza frequencial” do agente tóxico.

Com isso, como aprendemos no artigo Energia e Saúde, o sistema nervoso voltará com o passar dos dias a sinalizar corretamente o sistema imunológico, que passará a atuar de forma mais efetiva no extrair de dentro das células esses elementos e pô-los para fora do corpo do paciente.

Essas frequências extratoras de metais e produtos radioativos e químicos, são de suma importância para o tratamento de doenças degenerativas mentais e das que apresentam alterações importantes em quadro emocional.

Depois das frequências de detoxificação geral de metais e produtos químicos são administradas frequências de destruição de parasitas, vírus, fungos, vermes, bactérias que normalmente estão vivos no organismo das pessoas.

Após essa primeira sessão, que é uma bem abrangente sessão de detoxificação, o paciente normalmente se sente indisposto e com um pouco de dor de cabeça, podendo em alguns momentos não se sentir muito bem pelas horas que se seguirão. Isso se deve pelas toxinas que parasitas soltam ao serem destruídos, e pelas próprias toxinas dos elementos extraídos das células.

Mesmo não sendo observados em todos os pacientes, pois o nível de contaminação e a resposta do organismo depende de cada um, esses sintomas são indicativos da alta eficiência da terapia.

Vamos conhecer agora uma importante parte da terapia que visa torná-la mais eficiente ainda, possibilitando que a “limpeza frequencial” se torne uma verdadeira “faxina frequencial”.

.

ABRINDO A PORTA PARA A FAXINA

pineal_DB7EnergiaDo mesmo fabricante do Emissor de Frequências – Rife descrito acima, é utilizado na terapia um outro equipamento de nome Pineal Trainer. Mesmo que sua descrição pelo fabricante não seja para sua aplicação e efeitos o que eu entendo, os resultados no seu uso na Terapia Frequencial é excelente. Esse equipamento trabalha com eletrodos que emitem ondas sonoras de comprimento 0,5 hertz, que ao serem aplicadas na região da cabeça induzem essa frequência na glândula pineal, já estudada no artigo Energia e Saúde.

Vimos que a pineal é um dos nossos mais importantes “rádios”, onde são transferidos todas as noites, informações para o nosso HD vibracional. A pineal abre o acesso a um local de altíssima importância para nosso funcionamento. No uso do equipamento da figura acima, iremos provocar estímulos vibracionais que irá fazer com que a pineal entenda que poderá descarregar as informações naquele momento para o HD vibracional do paciente, alterando o fluxo magnético e realizando a decodificação inversa.

Com isso dois efeitos importantes acontecem durante esse período em que o equipamento está induzindo a frequência de 0,5 Hz na pineal: um efeito é que todo pensamento e informações que possam ser gerados nesses momentos vão ser decodificados e enviados ao nosso HD vibracional. Nesse momento o paciente irá receber uma lista com frases específicas para a sessão que foi programada de acordo com sua autoavaliação.

Essas frases deverão ser lidas em voz alta e traduzem o necessário para que sejam atendidas as necessidades de redução e eliminação dos sintomas mais relevantes da autoavaliação. Essas frases funcionam como programas que serão inseridos dentro do HD vibracional do paciente, aumentando de sobremaneira o empenho de todo o conjunto de andares trabalhando com foco para resolver a questão inserida nas frases lidas. O fato de ler em voz alta reforça as ondas decodificadas pela pineal.

Outro efeito importante que ocorre é que as frequências de polarização negativas que visam eliminar ruídos frequenciais emitidas pelo emissor de frequências Rife visto anteriormente, vão encontrar um caminho mais fácil para acessar os nossos andares mais difíceis. Essas frequências serão também decodificadas pela pineal e colocadas andares abaixo (porque o uso dos equipamentos se dão ao mesmo tempo), e atingirão lugares/harmônicas que normalmente seria impossível acessarmos. Ocorre uma limpeza frequencial profunda quando frequências do emissor são utilizadas durante o período em que o Pineal Trainer está operando.

.

4- Gestão Bioquímica

As ações da Terapia Frequencial DB7 Energia vistas até aqui são feitas em consultório e são suficientes para reduzir sensivelmente os sintomas emocionais ou físicos detetados na autoavaliação.

Para casos mais graves, como pacientes com câncer ou doenças degenerativas agressivas, poderá ocorrer terapia hipertérmica e o encaminhamento do paciente à parceiros que aplicam ações de foco nutricional, com mapeamento frequencial de problemas no corpo instalados por exames de biorressonância e administração por programas de bioinformática dos nutrientes/suplementos que provocam o mais rápido restabelecimento das áreas afetadas.

Mas o importante é saber que as causas que levaram a pessoa a apresentar os sintomas foram reduzidas e mesmo eliminadas, e que havendo previsão de regeneração natural para os tecidos afetados, elas serão naturalmente ativadas novamente e ocorrerá então a regeneração esperada, pois o paciente está “limpo frequencialmente” e com seus campos magnéticos ok.

Apenas o tempo de vida médio de cada célula afetada definirá em quanto tempo ocorrerá o perfeito funcionamento da área afetada, com ativação acelerada do sistema autoimune do paciente para eliminar rapidamente agentes agressores (hipertermia).

.

O FATOR RH

Algo agora muito importante. A Terapia Frequencial, como vimos, para sua total eficiência necessita de haver uma polarização de campo magnético que traga a característica de susceptibilidade/permissividade magnética para próxima do “neutro”.

Ocorre que essa polarização deve fazer com que o corpo do paciente assuma essa nova condição magnética imposta, e a retenha para os próximos meses de forma a poder interagir com os normais campos magnéticos paramagnéticos em volta, sem voltarem a sua condição anterior de forma rápida ou acelerada.

Cada indivíduo possui uma condição de retenção da polarização alcançada na terapia. Por experiência de consultório, existe um grupo de pessoas que apresentam quase nenhuma capacidade de retenção de sua condição neutra ou próxima do neutro adquirida na sessão de polarização da Terapia, oscilando sua susceptibilidade já em poucas horas depois da sessão, em função dos ambientes a que se expõem. 

A condição para que a Terapia Frequencial DB7 Energia possa ser eficiente e perdurar por meses ao menos, é que o paciente tenha sangue com fator RH positivo.

Esse “fator RH” diz-se sobre a existência ou não de uma proteína nos glóbulos vermelhos do sangue humano, mas considerando ainda cerca de 40 possíveis mutações dela em nível genético, além de variação de sua quantidade.

Rh_DB7EnergiaAs pesquisas nessa área ainda são inconclusivas pelo número de teorias consideradas, mas se a pessoa possui a proteína específica chamada “Fator RH”, então ela é “positiva” para esse fator e vai daí depender da quantidade destas proteínas em seu sangue e da características de sua mutação para sabermos da sua capacidade de retenção da polarização recebida na terapia. Quanto mais proteína mais tempo a pessoa “segura” seu campo neutro, desde que a mutação não seja elevada. Cerca de 3% das pessoas com Fator RH não conseguirão estabilizar seus campos magnéticos com a Terapia DB7 Energia devido à forte mutação de suas proteínas Fator RH. 

Quem possui fator “RH negativo”, não tem essa proteína em seu sangue e essa pessoa não vai se beneficiar com a Terapia DB7 Energia por mais do que algumas horas. Cerca de 1/3 (um terço) da população do planeta possui fator RH negativo.

.

CONCLUSÃO

Em poucas sessões os pacientes com fator RH positivo em seu sangue obtém resultados práticos importantes. Não se tratam de “mágicas” ou “milagres” o que acontece com eles, mas apenas correções e ajustes conforme aprendemos nesse artigo e no Energia e Saúde

Mesmo que a Terapia DB7 não altere a natural “programação” ou características naturais dos seus pacientes, pois cada um é o que é, ela prolonga a vida deles por eliminar os processos depreciativos não previstos em sua natureza, que ocorrem em função de sujeira frequencial e qualidade ruim de seus campos magnéticos alterados por características ambientais. Melhora de qualidade de vida e mesmo “curas” definitivas são resultados comuns.

Terapia Frequencial DB7 Energia é terapia inteligente que se ampara na convergência da ciência e tecnologia já  muitos anos disponíveis, mas que operaram em épocas distintas e isoladamente. Unidas são ferramentas poderosas para tratar e preservar nossa saúde. 

As ações da Terapia são seguras e tranquilas. Não há estresse ou dor, nem qualquer ação invasiva. 

Inscrevam-se no blog. Compartilhem. Ajudem quem precisa. 

.

%d bloggers like this: